Em seu papel sociocultural na ilha a Casa de Artes cumpre importante papel na melhoria da qualidade de vida, na autoestima e pertencimento de sua população.

Parceria com o NEAM


Temos permanente parceria com o NEAM – Núcleo de Estudos e Ação sobre Menor, na PUC, e através desse convênio conseguimos regularmente bolsa de estudo na Cultura Inglesa para as crianças e jovens do projeto Bem Me Quer Paquetá. Ao longo dos anos dezenas de alunos de nosso projeto foram contemplados com bolsas.

Acessibilidade


A Casa de Artes Paquetá tem equipe regularmente no local para orientação do público em geral e de portadores de necessidades especiais.

Democratização de Acesso


A maioria dos eventos na Casa de Artes que aconteceram ao longo de todo o ano são livres para todas as idades e com entrada franca. Com relação ao projeto Bem Me Quer Paquetá a participação das crianças é gratuita, aceitando colaborações.Como ações previstas no Art.30 da Instrução Normativa n 1, de 24 de junho de 2013, adotamos as seguintes medidas:

– O projeto é desenvolvido na ilha de Paquetá, local de difícil acesso a bens e atividades culturais oferecidos na cidade do Rio de Janeiro;

– Permitimos a captação de imagens das atividades preparatórias do espetáculo e autorizamos sua veiculação por redes públicas de televisão;

– Os ensaios das apresentações aconteceram na instituição e foram abertos ao público gratuitamente, assim como todas as atividades de formação para as crianças do projeto são abertas a qualquer criança da ilha.

A Casa de Artes Paquetá é aberta à visitação gratuita.

Público Direto


– Milhares de pessoas anualmente se beneficiam diretamente das atividades promovidas pela instituição em cursos, apresentações culturais, etc.

– Especificamente no Bem Me Quer Paquetá são em torno de 70 crianças que estão participando dos núcleos técnicos de capacitação do Projeto Bem Me Quer Paquetá e 18 crianças na Orquestra Jovem Paquetá, que tem formação complementar.

Público Indireto


– Indiretamente toda a comunidade da ilha, em torno de 5.000 pessoas, se beneficia do projeto, pelo resgate de temas relacionados a sua história e identidade cultural , aumento da auto estima  e o turismo cultural de base comunitária, aquecendo sua cadeia econômica local de forma sustentável.

Alunos na Faculdade


Através dos núcleos de formação do Bem Me Quer Paquetá, 12 jovens da ilha já ingressaram na faculdade de música – Escola de Música da UFRJ e UNIRIO.

Empregos Diretos e Indiretos


A Casa de Artes gera anualmente dezenas de empregos diretos, como equipe administrativa e de gestão, equipe do Arte & Gula Café, professores e monitores.

Indiretamente centenas de empregos são estimulados relacionados a cadeia produtiva do turismo na ilha a partir das iniciativas da Casa de Artes.